Brasileiros começam bem no Margaret River Pro na Austrália

|By João Carvalho

|Foto: Kelly Cestari e Matt Dunbar

Os melhores surfistas do mundo já voltaram à Austrália para o penúltimo desafio antes da etapa brasileira do World Surf League Championship Tour, que começa no dia 20 de junho em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O Margaret River Pro foi iniciado na quarta-feira e seis brasileiros estrearam com vitórias nas ondas de 4-6 pés em Main Break. O bicampeão mundial Gabriel Medina, Filipe Toledo e Jessé Mendes, ficaram entre os melhores do dia. Além deles, Italo Ferreira, Peterson Crisanto e Tatiana Weston-Webb, também saíram do mar em primeiro lugar, enquanto Michael Rodrigues, Jadson André e Deivid Silva passaram direto para a terceira fase em segundo nas suas baterias.

Apenas quatro ficaram em último e terão que encarar uma rodada extra em Margaret River. As previsões para a quinta-feira são de ventos desfavoráveis para a boa formação das ondas, então a comissão técnica da World Surf League já antecipou o “day-off” e anunciou a próxima chamada para as primeiras eliminatórias do Margaret River Pro para as 7h00 da sexta-feira na Austrália, 20h00 da quinta-feira no Brasil. Os catarinenses Willian Cardoso e Yago Dora, o paulista Caio Ibelli e a cearense Silvana Lima, são os brasileiros que vão tentar aproveitar a segunda chance de avançar para a terceira fase nesta primeira rodada eliminatória.

As meninas abriram o primeiro dia e as duas brasileiras estrearam juntas na quinta bateria da quarta-feira em West Australia. A gaúcha Tatiana Weston-Webb surfou uma das melhores ondas da primeira fase e a nota 8,00 recebida garantiu a vitória sobre a australiana Sally Fitzgibbons, vice-campeã no Corona Bali Protected na Indonésia, por 13,90 a 12,67 pontos. Já Silvana Lima não conseguiu encontrar boas ondas para mostrar o seu surfe e terminou em último com apenas 7,44. A cearense vai enfrentar a francesa Johanne Defay e a australiana Mia McCarthy na primeira eliminatória do Margaret River Pro e não pode ficar em último.

Os homens entraram depois da primeira fase feminina, com o potiguar Jadson André mandando o onze vezes campeão mundial Kelly Slater para a repescagem, no confronto vencido pelo atual número 1 do Jeep Leaderboard, John John Florence. Yago Dora ficou em último na disputa seguinte, assim como Caio Ibelli na terceira bateria, mas essa que o paranaense Peterson Crisanto derrotou o vice-campeão mundial Julian Wilson, marcou o início de uma série de vitórias brasileiras seguidas na quarta-feira em Main Break.

O terceiro do ranking, Italo Ferreira, foi o primeiro a ultrapassar os 14 pontos nas duas notas computadas. Foi no quarto confronto da primeira fase e no seguinte, Gabriel Medina fez as marcas a serem batidas no Margaret River Pro. Ele detonou uma onda que valeu 8,33 para totalizar 14,70 pontos e o também paulista Deivid Silva estreou junto com o bicampeão mundial, passando em segundo lugar com 11,94, contra 11,60 do australiano Jacob Willcox.

“Foi uma bateria difícil porque as ondas ficaram um pouco pequenas e lentas, então estou feliz por ter conseguido achar algumas para passar em primeiro”, disse Gabriel Medina. “Foi muito bom fazer um high-score (nota alta) aqui, porque lá em Bali minhas baterias foram bem fracas de ondas. Quando perdi lá em Keramas, já vim direto para cá, para testar minhas pranchas e me reacostumar com o frio. Surfei ondas bem melhores antes do campeonato começar e estou me sentindo bem, então espero conseguir um bom resultado aqui antes do Brasil”.

Filipe Toledo entrou na disputa seguinte e aumentou o maior placar do dia para 14,73 pontos, somando notas 7,50 e 7,23 contra o havaiano Sebastian Zietz. Os dois já entraram na bateria classificados para a terceira fase, pois o australiano Jack Robinson estava no Chile disputando o Héroes de Mayo Iquique Pro quando recebeu o convite para disputar o Margaret River Pro e até cancelou sua participação no Maui and Sons Arica Pro Tour by Jeep, porém não chegou a tempo na Austrália para competir no primeiro dia.

Em Margaret River, os brasileiros só voltaram a disputar vagas para a terceira fase quatro baterias depois de Filipe Toledo, com o cearense Michael Rodrigues avançando em segundo lugar no confronto vencido pelo havaiano Ezekiel, ambos mandando o australiano Wade Carmichael para a repescagem. A última participação foi em dose dupla e Jessé Mendes destruiu a sua última onda para receber nota 8,43 e derrotar o francês Jeremy Flores por 14,60 a 13,34 pontos, enquanto Willian Cardoso só conseguiu 9,70 nas duas ondas que surfou.

O Margaret River Pro está sendo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e já está decretado “day-off” para a quinta-feira, então a próxima chamada para a segunda fase masculina e feminina será somente na sexta-feira às 7h00 na Austrália, 20h00 da quinta-feira no Brasil.

 

 

PRIMEIRA FASE DO MARGARET RIVER PRO 1.o e 2.o=Terceira Fase e 3.o=Segunda Fase:

1.a: 1-John John Florence (HAV)=12.84, 2-Jadson André (BRA)=11.64, 3-Kelly Slater (EUA)=10.34

2.a: 1-Kanoa Igarashi (JPN)=12.73, 2-Soli Bailey (AUS)=11.80, Yago Dora (BRA)=9.33

3.a: 1-Peterson Crisanto (BRA)=10.56, 2-Julian Wilson (AUS)=10.27, 3-Caio Ibelli (BRA)=10.17

4.a: 1-Italo Ferreira (BRA)=14.03, 2-Joan Duru (FRA)=12.84, 3-Frederico Morais (PRT)=11.90

5.a: 1-Gabriel Medina (BRA)=14.70, 2-Deivid Silva (BRA)=11.94, 3-Jacob Willcox (AUS)=11.60

6.a: 1-Filipe Toledo (BRA)=14.73, 2-Sebastian Zietz (HAV)=12.00, 3-Jack Robinson (AUS)=w.o

7.a: 1-Jordy Smith (AFR)-14.77, 2-Ricardo Christie (NZL)=9.14, 3-Adrian Buchan (AUS)=8.93

8.a: 1-Kolohe Andino (EUA)=11.70, 2-Seth Moniz (HAV)=11.23, 3-Jack Freestone (AUS)=10.73

9.a: 1-Ryan Callinan (AUS)=11.57, 2-Conner Coffin (EUA)=9.77, 3-Leonardo Fioravanti (ITA)=9.57

10: 1-Ezekiel Lau (HAV)=13.53, 2-Michael Rodrigues (BRA)=12.67, 3-Wade Carmichael (AUS)=11.50

11: 1-Jessé Mendes (BRA)=14.60, 2-Jeremy Flores (FRA)=13.34, 3-Willian Cardoso (BRA)=9.70

12: 1-Owen Wright (AUS)=12.10, 2-Griffin Colapinto (EUA)=12.00, 3-Michel Bourez (TAH)=5.33

SEGUNDA FASE – Derrota=33.o lugar com 265 pontos e US$ 10.000:

1.a: Wade Carmichael (AUS), Jack Freestone (AUS), Jack Robinson (AUS)

2.a: Michel Bourez (TAH), Leonardo Fioravanti (ITA), Jacob Willcox (AUS)

3.a: Willian Cardoso (BRA), Yago Dora (BRA), Frederico Morais (PRT)

4.a: Adrian Buchan (AUS), Kelly Slater (EUA), Caio Ibelli (BRA)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=Oitavas de Final e 3.a=Segunda Fase:

1.a: 1-Caroline Marks (EUA)=11.83, 2-Paige Hareb (NZL)=8.17, 3-Johanne Defay (FRA)=7.76

2.a: 1-Carissa Moore (HAV)=14.43, 2-Keely Andrew (AUS)=11.10, 3-Nikki Van Dijk (AUS)=8.93

3.a: 1-Coco Ho (HAV)=15.23, 2-Stephanie Gilmore (AUS)=12.50, 3-Mia McCarthy (AUS)=8.06

4.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=12.77, 2-Brisa Hennessy (CRI)=10.47, 3-Macy Callaghan (AUS)=8.00

5.a: 1-Tatiana Weston-Webb (BRA)=13.90, 2-Sally Fitzgibbons (AUS)=12.67, 3-Silvana Lima (BRA)=7.44

6.a: 1-Lakey Peterson (EUA)=13.16, 2-Malia Manuel (HAV)=9.26, 3-Bronte Macaulay (AUS)=0.00

SEGUNDA FASE – Derrota=17.o lugar com 1.045 pontos e US$ 10.500:

1.a: Johanne Defay (FRA), Silvana Lima (BRA), Mia McCarthy (AUS)

2.a: Nikki Van Dijk (AUS), Bronte Macaulay (AUS), Macy Callaghan (AUS)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *