Definidas as oitavas de final do Taiwan World Longboard

|by João Carvalho

|Foto: WSL.

O peruano Lucas Garrido Lecca passou pela repescagem para se juntar aos brasileiros Phil Rajzman e Rodrigo Sphaier e a adversária de Chloé Calmon é a francesa Ophelie Ah-Kouen.

O Taiwan Open World Longboard Championships definiu as oitavas de final e a próxima adversária da líder do ranking, Chloé Calmon, é a francesa Ophelie Ah-Kouen. Na quarta-feira de ondas de 3-4 pés em Jinzun Harbour, aconteceu a repescagem feminina e a masculina foi completada na segunda-feira de apenas quatro baterias disputadas em Taiwan. O peruano Lucas Garrido Lecca aproveitou a segunda chance de classificação, mas o brasileiro Wenderson Biludo foi eliminado em 17.o lugar na decisão dos títulos mundiais de Longboard de 2019.

A francesa Ophelie Ah-Kouen não competiu na quarta-feira, porque estreou com vitória no Taiwan Open of Surfing no domingo, mandando a campeã mundial de 2011, Lindsay Steinriede, para a repescagem. A norte-americana abriu a primeira rodada eliminatória, despachando a única participante de Taiwan, Pan Mei-Hsin, por 8,67 a 4,63 pontos. As condições do mar estavam difíceis para competir na quarta-feira e, quem conseguia achar uma onda boa para surfar pelo menos, acabava com a vitória.

O maior placar do dia foi registrado na terceira bateria, que foi uma das melhores do dia, definida por uma pequena vantagem de 11,37 a 11,03 pontos para a japonesa Natsumi Taoka, contra a norte-americana Avalon Gall. E a recordista da repescagem, será a oponente da vice-líder do ranking, Honolua Blomfield. A havaiana enfrenta a japonesa na quarta oitava de final, antes do confronto da carioca Chloé Calmon com a francesa Ophelie Ah-Kouen.

A brasileira busca um título mundial inédito para o Brasil na categoria feminina e lidera o ranking da World Surf League, com duas vitórias e um vice-campeonato nas três etapas já disputadas. Só que todas as finais foram contra Honolua Blomfield, com a campeã mundial de 2017 quebrando a invencibilidade de Chloé Calmon na terceira delas, em Nova Iorque (EUA). A carioca tinha derrotado a havaiana nas outras duas, na Austrália e na Espanha.

CATEGORIA MASCULINA – Enquanto Chloé Calmon tenta um primeiro título mundial feminino do Brasil no Longboard, o também carioca Phil Rajzman já tem dois, conquistados em 2007 e 2016. Ele e o peruano Lucas Garrido Lecca, estrearam na mesma sexta bateria da primeira fase, que foi vencida pelo norte-americano Tony Silvagni. Ambos, então, tiveram que passar pela repescagem e aproveitaram a segunda chance de classificação para as oitavas de final.

Phil Rajzman venceu sua primeira bateria no Taiwan Open World Longboard Championship, no duelo brasileiro com Gabriel Nascimento que fechou o domingo em Jinzun Harbour. Já Lucas Garrido Lecca disputou o segundo dos quatro únicos confrontos da segunda-feira, despachando o australiano Jack Entwistle por 9,06 a 7,90 pontos. Mas, o paulista Wenderson Biludo perdeu na última bateria deste segundo dia, para o americano Kevin Skvarna, ficando empatado em 17.o lugar com Gabriel Nascimento na última etapa da temporada 2019.

Lucas Garrido Lecca será o primeiro a competir nas oitavas de final e a parada será duríssima, pois terá que encarar o atual campeão mundial na quarta bateria, o sul-africano Steven Sawyer. Já os dois brasileiros, tentarão vingar as derrotas sofridas na primeira fase, pois voltarão a enfrentar os mesmos surfistas que venceram suas primeiras baterias em Taiwan. O saquaremense Rodrigo Sphaier está na sexta oitava de final com o francês Edouard Delpero e Phil Rajzman disputará a última vaga para as quartas de final contra o mesmo Tony Silvagni.

O Taiwan Open of Surfing World Surf League Longboard Championships está sendo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo da World Surf League.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América Latina, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem promovendo os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 230 eventos globais masculinos e femininos no ano para definir os campeões mundiais do World Surf League Championship Tour, Big Wave Tour, Redbull Airborne, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, além do WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, enquanto incentiva a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis da WSL. A World Surf League é pioneira em streaming online para uma enorme legião de fãs apaixonados e interessados em ver as grandes estrelas, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, John John Florence e muitos brasileiros, como Gabriel Medina, Adriano de Souza, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Silvana Lima, Tatiana Weston-Webb, competindo no campo de jogo mais dinâmico e imprevisível de todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

———————————————————–

TAIWAN OPEN WORLD LONGBOARD CHAMPIONSHIPS:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.000 e 4.000 pontos:

1.a: Lindsay Steinriede (EUA) x Zoe Grospiron (FRA)

2.a: Soleil Errico (EUA) x Tully White (AUS)

3.a: Kirra Seale (HAV) x Kaitlin Mikkelsen (EUA)

4.a: Honolua Blomfield (HAV) x Natsumi Taoka (JPN)

5.a: Chloé Calmon (BRA) x Ophelie Ah-Kouen (FRA)

6.a: Emily Lethbridge (AUS) x Hiroka Yoshikawa (JPN)

7.a: Rachael Tilly (EUA) x Kelis Kaleopaa (HAV)

8.a: Alice Lemoigne (FRA) x Sally Cohen (HAV)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.000 e 4.000 pontos:

1.a: Cole Robbins (EUA) x Harrison Roach (AUS)

2.a: Taylor Jensen (EUA) x Taka Inoue (JPN)

3.a: Kaniela Stewart (HAV) x Ben Skinner (ING)

4.a: Steven Sawyer (AFR) x Lucas Garrido Lecca (PER)

5.a: Kai Sallas (HAV) x Kevin Skvarna (EUA)

6.a: Edouard Delpero (FRA) x Rodrigo Sphaier (BRA)

7.a: Justin Quintal (EUA) x Josh Constable (AUS)

8.a: Tony Silvagni (EUA) x Phil Rajzman (BRA)

SEGUNDA FASE – Derrota=17.o lugar com US$ 1.500 e 1.750 pontos:

——-resultados da quarta-feira:

1.a: Lindsay Steinriede (EUA) 8.67 x 4.63 Pan Mei-Hsin (TWN)

2.a: Emilly Lethbridge (AUS) 10.97 x 5.83 Kirra Molnar (AUS)

3.a: Natsumi Taoka (JPN) 11.37 x 11.03 Avalon Gall (EUA)

4.a: Kaitlin Mikkelsen (EUA) 8.73 x 6.30 Haley Otto (HAV)

5.a: Kelis Kaleopaa (HAV) 10.27 x 9.23 Kathryn Hughes (AUS)

6.a: Hiroka Yoshikawa (JPN) 7.50 x 4.00 Mason Scremmer (EUA)

7.a: Sally Cohen (HAV) 9.03 x 6.53 Mahina Akaka (EUA)

8.a: Zoe Grospiron (FRA) 8.83 x 7.67 Minami Koyama (JPN)

SEGUNDA FASE – Derrota=17.o lugar com US$ 1.500 e 1.750 pontos:

——-resultados do domingo:

1.a: Cole Robbins (EUA) 10.10 x 6.14 Chung Hua Cheng (TWN)

2.a: Ben Skinner (ING) 15.00 x 9.26 Max Weston (AUS)

3.a: Rodrigo Sphaier (BRA) 10.87 x 8.37 Nicholas Brewer (AUS)

4.a: Phil Rajzman (BRA) 10.87 x 8.57 Gabriel Nascimento (BRA)

——-resultados da segunda-feira:

5.a: Taka Inoue (JPN) 9.84 x 8.17 Kaimana Takayama (EUA)

6.a: Lucas Garrido Lecca (PER) 9.06 x 7.90 Jack Entwistle (AUS)

7.a: Josh Constable (AUS) 11.83 x 8.43 Clinton Guest (AUS)

8.a: Kevin Skvarna (EUA) 9.90 x 6.96 Wenderson Biludo (BRA)

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *