Faleceu no Hawaii na sexta-feira passada dia 15, um dos ícones de nosso esporte que deixou atrás de si um vasto legado. Cidadão que iniciou sua carreira no surf nos idos dos 60, participando de campeonatos, se destacando entre os visionários do esporte dos Reis, vivendo a época da transição do long para as mini e com sua sabedoria e talento impulsionando o surf para um futuro promissor. Ben Aipa, shaper que muitos brasileiros encontravam em Waikiki em sua loja e de lá partiam para o north shore, munidos de melhor qualidade de pranchas no quiver. Aipa sujeito forte pesado, de surf e aproach inovador para a época, sempre atendendo a todos com muita simpatia e elegância foi um dos propulsor do surf competição no Hawaii. Buttons, Lidel e Bertleman rasgando as ondas e manobrando nos pockets das ondas, quem não lembra. O cara um gentleman nas areias, se transformava no oceano. Nos idos dos 90 trombei com o shaper nas águas brasileiras do Rio, durante um amador mundial, onde ele era o técnico da equipe hawaiiana com Andy e Bruce Irons e outras figuras mais. Roberto Valério, o Russo era quem promovia o encontro. Aipa competiu em alguns mundiais, como o Duke de Sunset Beach em 66,  Makaha International em 67, o Lightning Bolt em75 e outros mais. Mas foi como shaper que se notabilizou, produzindo um foguete para seu camarada, Fred Hemmings vencer o Mundial de 68.  Ben fundou sua marca em 1970 a Aipa Surfboards e inventou o swallon tail em72 e desenvolveu ele até74 com suas stinger voadoras. Ele foi técnico e mentor de caras como Michael Ho, Brad Gerlach, Sunny Garcia, Kalani Rob, irmãos Irons e Bethany Hamilton. Em 92 ele foi introduzido no Hall da Fame do Surf em Huntinghton. Aipa faleceu de problemas com o Alzheimer e um acidente vascular cerebral aos 78 anos. Akila Aipa um dos seus filhos dá sequencia em seu legado e também trabalha com shapes no north shore de Oahu. Akila comentou sobre seu pai; “obrigado por amar e orientar tantas gerações de surfistas. Suas contribuições para o nosso esporte e indústria deixam um legado para todos nós”. R.I.P. Ben Aipa!

Texto by Castro Pereira Fotos ArquivoPessoal/Brewer/W.Bolster/Wilkings/MattyLiu

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *