Publicado em

SEGUEM ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN com a apresentação da Prefeitura Municipal de Imbé.

Vem aí o INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN com a apresentação da Prefeitura Municipal de Imbé.

A Praia de Imbé retorna ao cenário das competições e será o palco da disputa do INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN nos dias 28 e 29 de maio, reunindo surfistas de todo o país em busca do primeiro lugar no pódio. O evento tem patrocínio PLANETA SURF.
Evento que distribuirá 2.000 pontos válidos pela 2ª Etapa Circuito Gaúcho Amador Júnior que terá Pranchas, acessórios e Kits de Premiação. O grande evento ainda contará com as Categorias OPEN, LOCAL e ASBG:
OPEN sem limite de idade.
JÚNIOR (Sub 18) nascidos a partir de 01/02/2004
MIRIM (Sub 16) nascidos a partir de 01/01/2006
INICIANTES (Sub 14) nascidos a partir de 01/01/2008
GROMMETS (Sub 12) nascidos a partir de 01/01/2010
PETIZ (Sub 10) nascidos a partir de 01/01/2012
FEMININO sem limites de idade.
LOCAL sem limites de idade para atletas ASIB.
ASBG sem limite de idade para atletas Gravataí.

Os VALORES de INSCRIÇÃO são de R$ 100,00 (Cem Reais) nas categorias do Circuito Gaúcho Amador Júnior (OPEN JÚNIOR MIRIM INICANTES GROMMETS PETIZ e FEMININO) e R$ 80,00 (Oitenta Reais) nas categorias LOCAL e ASBG e estão abertas até Quarta-feira dia 25/05. Os Depósitos devem ser feitos na conta da FEDERAÇÃO GAÚCHA DE SURF, através de depósito bancário Banco Banrisul Agencia 0077 Conta 060766480-9 CNPJ 88.968.896/0001- 48 ou através da chave PIX 88.968.896/0001- 48 (CNPJ) enviando comprovante para WhatsApp 51 – 999685817.
Durante o evento a ECOIMBÉ fará uma ação de limpeza de praia.
Patrocínio Index Krown, Planeta Surf. O evento conta com o apoio Free Surf ;Apag Incêndio; Nanopoxy; Ogrip; Proibt Waves ;Tools HLB e Surf Spirit.
Realização Federação Gaúcha de Surf e Prefeitura Municipal de Imbé Secretaria de Turismo Desporto e Cultura ASIB (Associação de Surf de Imbé e Balneários)

 

Publicado em

Vem aí o INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN com a apresentação da Prefeitura Municipal de Imbé.

A Praia de Imbé retorna ao cenário das competições e será o palco da disputa do INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN nos dias 28 e 29 de maio, reunindo surfistas de todo o país em busca do primeiro lugar no pódio. O evento tem patrocínio PLANETA SURF.
Evento que distribuirá 2.000 pontos válidos pela 2ª Etapa Circuito Gaúcho Amador Júnior que terá Pranchas, acessórios e Kits de Premiação. O grande evento ainda contará com as Categorias OPEN, LOCAL e ASBG:
OPEN sem limite de idade.
JÚNIOR (Sub 18) nascidos a partir de 01/02/2004
MIRIM (Sub 16) nascidos a partir de 01/01/2006
INICIANTES (Sub 14) nascidos a partir de 01/01/2008
GROMMETS (Sub 12) nascidos a partir de 01/01/2010
PETIZ (Sub 10) nascidos a partir de 01/01/2012
FEMININO sem limites de idade.
LOCAL sem limites de idade para atletas ASIB.
ASBG sem limite de idade para atletas Gravataí.

Os VALORES de INSCRIÇÃO são de R$ 100,00 (Cem Reais) nas categorias do Circuito Gaúcho Amador Júnior (OPEN JÚNIOR MIRIM INICANTES GROMMETS PETIZ e FEMININO) e R$ 80,00 (Oitenta Reais) nas categorias LOCAL e ASBG e estão abertas até Quarta-feira dia 25/05. Os Depósitos devem ser feitos na conta da FEDERAÇÃO GAÚCHA DE SURF, através de depósito bancário Banco Banrisul Agencia 0077 Conta 060766480-9 CNPJ 88.968.896/0001- 48 ou através da chave PIX 88.968.896/0001- 48 (CNPJ) enviando comprovante para WhatsApp 51 – 999685817.
Patrocínio Index Krown, Planeta Surf. O evento conta com o apoio Free Surf ;Apag Incêndio; Nanopoxy; Ogrip; Proibt Waves ;Tools HLB e Surf Spirit.
Realização Federação Gaúcha de Surf e Prefeitura Municipal de Imbé Secretaria de Turismo Desporto e Cultura ASIB (Associação de Surf de Imbé e Balneários)

Publicado em

WSL – THE GOLD COAST PRO

A arena dos tubos perfeitos na OZ, Snapper Rocks esteve melindrada e muito over durante as finais na quarta passada dia 11, com ondas overal de um metro e meio irregulares, chuvas e ventos deformadores de ondas. Porem a primeira etapa do Challenge Series 2022, foi concluída com êxito e boas performances. Na área masculina, o campeão foi o aussie, Callum Robson.  Ele passou pelo marroquino Ramzi Boukhiam, nas quartas e pelo ianque Nolan Rapoza nas semi. Na final ele derrotou o conterrâneo, Sheldom Simkus por 16.07×15.37 pontos. A galera brasuca buscou pontos, mas não teve uma boa performance segundos juízes e ficou apagada nesta etapa.

Na feminino a grande campeã foi a pequena ianque, Caitlin Simmers de 17 anos. Ela passou pelas aussies, Nikki Van Djik nas quartas, Sally Fitzgibbons nas semi e na grande final por Molly Picklum por 11.86×11.27 pontos e muito surf nas morrancas esfareladas de Snapper. Próxima prova ocorre em Manly Beach, New South Wales de 17 a 24 próximo.

Texto by Castro Pereira Fotos Dunbar/A.Shields/WSL

 

Publicado em

WSL – MARGARET E DAMAS

Nossa representante no circuito mundial, a gaúcha Tatiane Weston Webb, foi derrotada na repescagem e desceu mais algumas colocações no ranking, mas está dentro da elite que disputará o titulo. As baterias no Margaret River Pro foram disputadíssimas, devido as condições do mar. O bom conhecimento do local, influenciou diretamente no  surf das contenders. Quem levou o titulo da etapa foi a aussie, Isabella Nichols que protagonizou baterias casca grossa desde o inicio e na quarta passada dia 04. Na semi-final com Bronte Macaulay, ela surfou somente duas potentes ondas que lhe deram o vale para a final. Do outro lado da chave, Gabriela Bryan do Hawaii faturou a semi-final passando firme pela ianque Courtney Conlogue, e por décimos. Já na final as surfistas estavam cansadas pela pressão, e ondas na faixa de 2,5 metros balançavam no outside de Main Break, fazendo o espetáculo. Isabella venceu por 12.94×10.00 de Gabi. No ranking liderado por Brisa Henessy da Costa Rica, Isabella está em quarto e Gabriela está em sexto, a brasileira Tatiane está em décimo lugar. Próxima etapa rola em Java e inicia em 26 de maio próximo.

Texto by Castro Pereira Fotos A.Hughes/Dunbar/Heff/WSL

Publicado em

OZ- WSL MARGARET E JACK

A etapa que ocorreu em Margaret River, pico de ondas pesadas e tubarões vorazes mostrou que o surf arrojado, de aéreos e frente ao de linha, são complementares e ditaram regras nessa etapa. Os brasileiros que protagonizaram momentos radicais e por vezes fora da curva se sobressaíram e chegaram até as oitavas com a maioria de seu time. Filipe Toledo apesar de ser parado nesse round, ruma para a próxima etapa como dono da lycra amarela e dono da primeira posição do ranking. Tivemos boas e espetaculares batalhas em duas semanas de sobe mar, desce mar e agiganta-se mar, tornando o espetáculo surreal e fantástico. A semana que passou e trouxe um big swell para a gelada Margaret River, foi o cenário dos heats finais em dois dias radicais. Um dia com ventos fortes e ondas agigantando-se de três, quatro e chegando a cinco metros nas maiores. Na fase do terceiro round, o hawaiian boy João João, ditou ritmo. Mas Toledo e a sua crew nas oitavas colocaram prá baixo e venderam caro suas derrotas. Caio Ibelli, Samuel, Jadson, só Miguel surfou ondas de notas baixas. O resto foi tiroteio puro e Italo que chegou até as quartas, onde perdeu para McGilivray por 15.87X13.67 e ficou em quinto.

THE WINNER

O aussie raiz, Jack Robinson, que passou nas quartas pelo sul-áfrica boy Jordy de virada no final de bateria e seguiu avante. Nas semi foi mano a mano com Ethan  Ewing e fêz 16.27X14.53 para ir a final. JoãoJoão, hawaiiano venceu ao sul-africano, Matthew McGilivray e se encontrou com Robinson. O resultado já está na boca de todos que acompanham o circuito, Jack fêz 16.24X15.60. Jack Robinson, já foi pupilo de Slater é casado com brasileira, trabalha com técnico brasileiro, o Grilo e ainda mais, ele é local desse pico cabuloso. Mereceu a conquista e foi pra galera, com U$ 120 mil no bolso e troféu na mão, além de subir para a terceira colocação no ranking. Good job Robinson!

Texto by Castro Pereira Fotos by A.Hughes/Dunbar/WSL

Publicado em

Encerram hoje as inscrições para o RS SURF PRO

Acabam hoje as inscrições para o RS SURF PRO com a apresentação da Secretaria do Esporte e Lazer do Estado

A Prainha em Torres será o palco da disputa do RS SURF PRO nos dias 06, 07 e 08 de maio, reunindo surfistas de todo o país em busca do primeiro lugar no pódio. O evento é financiado pelo Pró-Esporte RS – Lei de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através do ICMS que você paga, com o patrocínio da Dado Bier, Datateck e Nagegat Malas de Viagem.
Etapa que distribuirá na Categoria PROFISSIONAL R$ 20.000,00 (2.000 pontos) válidas pelo Circuito ABRASP 2022. Já a categoria OPEN terá Pranchas e Kits de Premiação. O grande evento ainda contará com a abertura do Circuito Gaúcho Amador com o SURF KIDS com as categorias:
JÚNIOR (sub 18) nascidos a partir de 01/02/2004
MIRIM (sub 16) nascidos a partir de 01/01/2006
INICIANTES (sub 14) nascidos a partir de 01/01/2008
GROMMETS (sub 12) nascidos a partir de 01/01/2010
PETIZ (sub 10) nascidos a partir de 01/01/2012
FEMININO sem limites de idade
Os VALORES de INSCRIÇÃO são categoria PROFISSIONAL R$ 245,00 (Duzentos e Quarenta e Cinco Reais) e DEMAIS Categorias R$ 100,00 (Cem Reais). Os Depósitos devem ser feitos através da chave PIX [email protected] ou depósito bancário Banco Banrisul (041) Agência 0955 Conta 06.118451.0-7 CNPJ 22.532.967/0001-57 enviando comprovante para WhatsApp 51 – 999685817.
O evento conta com o apoio da Associação das Construtoras e Incorporadoras de Torres (ACTOR); SeaLife Farmácia de Manipulação, Sesc Torres, Infinity Imobiliária Digital; Black Investimentos Imobiliários; Caiman Árvores Nativas; Laboratório Da Rocha; Planeta Surf; Open Internet; Ouem; Nanopoxy Produtos Químicos; EB Surfboards; KNN Idiomas; Casa Surf Bar; Dono do Tempero; ULBRA Torres; Specialle Pizzas; e Prefeitura Municipal de Torres. Conta com o apoio técnico da AST; FGSurf e ABRASP. A realização é da Liga Rio-Grandense de Surf (LRS), com os patrocínios da DadoBier; Datateck e Navegat Malas de Viagem, através do Pró-Esporte RS, lei de incentivo ao esporte da Secretaria do Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. #NovasFaçanhasnoEsporteeLazer

 

Publicado em

MAKAHA E O BUFFALO’S CLASSIC

Esta rolando na costa oeste em Makaha beach, Oahu no Hawaii mais uma edição do tradicional evento que tem o maestro, Buffalo Keaulana e sua família na direção dos trabalhos, junto com a crew comunitária local de Waianae. Trata-se do Buffalo’s Big Board Surfing Classic que reúne toda comunidade local e alguns convidados, para droparem, confraternizarem e surfarem nas azuis águas de Makaha. Esse evento não era realizado desde 2020 devido a problemas com a pandemia. Agora nesta temporada ele está no mar e termina neste fim de semana, dia 27 cuja renda será revertida para um programa de formação de salva-vidas junior e construção de uma grande piscina para a comunidade. Entre as diversas modalidades do concurso estão o Tandem Surf, Supsquatch, Bully Board, Alaia, Stand Up Paddle em dupla, Surfe de Canoa Havaiana, Bodysurf, Pipo Board (Bodyboard de madeira usado no início do esporte), Internacional e Longboard. E nesta edição a homenagem que abriu os trabalhos semana que passou, dia 19 foi ao falecido waterman, Anthony Guerrero, pai de Kaipo Guerrero comentarista da WSL que esteve presente. Esse evento confraternização foi criado por Buffalo a anos atrás e leva como objetivo, perpetuar as formas tradicionais de se surfar em sua essência, assim como era praticado pelos seus ancestrais.

Texto by Castro Pereira Fotos BluePlanetPOV Fonte AlohaSpiritMidia

Publicado em

Teco Padaratz é eleito presidente da CBSurf

 

Após 12 anos a “administração” de  Adalvo Argolo na CBSurf teve fim.

Finalmente para a felicidade da comunidade surf brasileira pessoas com representatividade do esporte como Teco Padaratz, Paulo Moura, Jojó de Olivença, Brigite Mayer, Ricardo Bocão, Picuruta Salazar, Carlos Burle, Ricardo Tatuí, Victor Ribas, Piu Pereira, Marcelo Andrade, Pinga e muitas outras pessoas que construíram a história do surfe no Brasil, estão no comando , que venha uma nova fase no surf  brasileiro.

OndasdoSul da as boas vidas a esta equipe de peso e deseja todo o sucesso do mundo em pro do surf brasileiro.

Publicado em

HAWAII – HURLEY PRO FINALIZA

Foi finalizado nesta sexta passada o Hurley Pro Sunset, segunda etapa da WSL no Hawaii. Grandes performances ocorreram na arena de Sunset beach e com baixas interessantes entre os brasileiros. Galera botou pra quebrar, porem os locais dominam bem o pico. A brasucada começou a cair dias atrás no terceiro round, Italo Ferreira, João Chianca e Samuel Pupo dançaram e Kelly Slater com a lycra amarela também, numa interferência sem pé e nem cabeça. Juizes que comentem e afirmem. Kelly estava numa bateria e fez interferência noutra. Isso pode Arnaldo??? Nas oitavas tivemos a saída de Deivid Silva, Filipe Toledo e Jadson André, mesmo com médias muito altas e quase sempre na finalização das baterias. O único brasuca a se garantir para as quartas na sexta dia das finais, foi Caio Ibelli, que anda num gáz só e se encontrou com Ezequiel Lau saindo vencedor. Em Pipeline ele não aliviou e agora em Sunset, ele andou baixando o sarrafo nas morrancas. Muita torcida para o braso do Guarujá. Ele chegou com moral na semi-final, que teve ondas de dois metros porem seu contender foi o campeão da etapa, o hawaiiano Barron Mamiya. Sujeito atacador das ondas do north shore e agora na WSL, que fez a final com outro monstro, Kanoa Igarashi. Deu que os caras se superaram na final e o wildcard Barron fez 17.00×12.33 do japa Kanoa. Mamiya agora é líder do ranking da WSL.

ALA FEMININA DO HURLEY

Meninas on fire, foi a pedida e as baterias finais na sexta também foi de power surf, afinal a Sunset Beach estava bombando, ainda que com séries esparsas. E das semi-finais onde três hawaiiana e uma costariquenha lutavam sobraram duas notáveis. Brisa Hennessy, 22 anos que imprimiu um power surf impressionante, levantando o caneco e a premiação, tornando-se a líder do ranking. Na semi-final contra Bettylou ela ganhou um 9.0 numa onda só, totalizando depois 15.17 na média contra 8.23 de sua contender. Na final ela entrou determinada e fez com Malia Manuel o espetáculo. Brisa iniciou com 7.0 e depois virou a bagaça somando, 5.83 com Malia somando somente 7.46 na soma total. A costariquenha tava fumegando e muito afim desse caneco na terra dos índios hawaiianos. Agradeceu aos amigos, família e ao técnico Glenn Hall e lidera o ranking agora. Parabéns Brisa Hennessy! Agora vamos para Portugal com a graça de Deus. Paz!

Texto geral by Castro Pereira Fotos Heff/BBielmann/WSL

 

Publicado em

VEM AÍ O ATS FESTIVAL

VEM AÍ O ATS FESTIVAL

Acontece no dia 19 de fevereiro, em Atlântida Sul, mais uma edição do ATS Festival. O evento inicia às 10h com muita música e surf durante o dia todo. As inscrições para as modalidades esportivas estão abertas até dia 17 de fevereiro.

SURF BEST SHOT – 10h
Categoria Osório – 10 vagas (Secretaria de Turismo – (51) 3663-8340) – Premiação: 1 prancha IFSURF, troféus e mais kits esportivos.

Categoria Open – 10 vagas (Loja North Shore – (51) 98586-8048) – Premiação: 1 prancha IFSURF, troféus e mais kits esportivos.

Categoria Feminina/Categoria Iniciantes/ Categoria BodyBoard – 10 vagas (Loja North Shore – (51) 98586-8048) – Premiação: troféus e mais kits esportivos.

Marque na agenda e venha conferir o ATS Festival