Oi Rio Pro será relembrado nos canais da WSL Brasil

Foto: WSL

Vídeos serão postados no Youtube, Instagram, Facebook e Twitter da @WSLBRASIL da etapa brasileira do World Surf League Championship Tour em Saquarema a cada dia de 18 a 27 de junho

O Oi Rio Pro estava marcado para acontecer entre os dias 18 e 27 de junho em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, mas foi adiado devido a pandemia do COVID-19. A World Surf League adiou ou cancelou todos os eventos agendados até o dia 31 de julho e a próxima atualização será anunciada na primeira semana de julho. Então, para relembrar os eventos que lotaram a cidade de Saquarema nos três últimos anos, a WSL Latin America criou o Oi Rio Pro Flashback nos canais @WSLBRASIL no Youtube, Instagram, Facebook e Twitter, com vídeos postados durante cada dia da janela do evento, começando nesta quinta-feira até 27 de junho.

“Reviver os grandes momentos das baterias do Oi Rio Pro é algo que os amantes do surfe vão adorar!”, disse o CEO da WSL Latin America, Ivan Martinho. “Enquanto não conseguimos confirmar a nova data desse evento que carrega uma legião de fãs apaixonados, pensamos em dividir um pouco dessa alegria das edições anteriores através de nossos canais”.

A Oi começou a patrocinar a etapa brasileira do World Surf League Championship Tour em 2015 e os brasileiros dominaram o alto do pódio, com quatro vitórias contra uma do havaiano John John Florence em 2016. As duas primeiras edições aconteceram na capital carioca. Filipe ganhou o primeiro troféu de campeão do Oi Rio Pro, diante de uma multidão vibrando com seu show nas ondas do Postinho da Barra da Tijuca.

Em 2017, o evento mudou para Saquarema e só deu Brasil na “Capital Nacional do Surf”. O campeão mundial Adriano de Souza festejou a primeira vitória nas esquerdas da Praia de Itaúna e Filipe Toledo igualou um feito histórico com o bicampeonato no Oi Rio Pro de 2018 e 2019 nos tubos da Barrinha. O único que tinha conseguido três títulos em etapas do CT disputadas no estado do Rio de Janeiro era o australiano Dave Macaulay, nas edições de 1988, 1989 e 1993, todas na Barra da Tijuca, quando Filipe nem tinha nascido ainda.

“Em nome da Oi, é uma honra e um prazer recordar esse projeto de enorme sucesso, tanto para a companhia, como para o surfe nacional”, disse Bruno Cremona, gerente de patrocínios e eventos da Oi. “Acho que, durante esses seis anos de parceria, posso destacar três grandes momentos que encadearam uma série de eventos que impactaram o surfe no Brasil. O primeiro foi o título mundial do Gabriel Medina (em 2014) que abriu portas e fez com que vários atletas acreditassem ser possível chegar lá. O segundo, que pra mim foi um divisor de águas, foi o título do Filipe (Toledo) aqui no Rio de Janeiro (em 2015), quando a praia foi invadida pelo público e teve grande repercussão na mídia. E o terceiro, foi a mudança do Rio pra Saquarema, que é considerada o Maracanã do Surf e o evento vem sendo muito importante para a cidade”.

O Oi Rio Pro 2019 marcou 30 anos de etapas válidas pelo título mundial no Rio de Janeiro, desde o primeiro circuito em 1976. O maior ídolo do esporte, Kelly Slater, voltava a competir no Brasil depois de 4 anos e foi uma das vítimas de Filipe Toledo, em seu caminho até a final. A decisão foi contra o sul-africano Jordy Smith e Filipe garantiu o tricampeonato com a maior pontuação do evento, 18,04 pontos somando notas 9,37 e 8,67 na Praia da Barrinha lotada.

Em 2017, Filipe também não deu qualquer chance para o australiano Wade Carmichael, derrotando-o por uma larga vantagem de 17,10 a 8,00 pontos nos tubos da Barrinha. Já o campeão mundial Adriano de Souza ganhou por pouco o primeiro troféu de campeão do Oi Rio Pro disputado em Saquarema. O placar terminou em 17,63 a 17,23 pontos do australiano Adrian Buchan, para a festa da imensa torcida que vem lotando a cidade desde 2017.

TRI FEMININO – Na categoria feminina, a australiana Sally Fitzgibbons também passou a dividir um antigo recorde igualmente de três vitórias na categoria feminina da etapa brasileira no estado do Rio de Janeiro, com o título no Oi Rio Pro 2019 em Saquarema. As outras duas foram na Barra da Tijuca em 2012 e em 2014. Sally igualou uma marca da década de 90 da sua compatriota Pauline Menczer, tricampeã em 1994, 1997 e 1998 na capital carioca.

Para repetir este feito histórico, Sally não começou bem o seu caminho até a bateria final com a havaiana Carissa Moore. Ela foi derrotada pelas três participantes do Brasil nas duas primeiras baterias que disputou nas esquerdas de Itaúna. Na primeira fase, foi mandada para a repescagem pela cearense Silvana Lima e pela gaúcha Tatiana Weston-Webb. Depois, foi batida também pela jovem catarinense Tainá Hinckel, mas avançou em segundo lugar para as oitavas de final e não perdeu mais nenhuma bateria até a decisão.

As australianas também ganharam as outras duas edições em Saquarema. Em 2017, Tyler Wright festejou o bicampeonato consecutivo no Oi Rio Pro, pois tinha vencido a última etapa no Postinho da Barra da Tijuca no ano anterior na capital carioca. E em 2018, a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore comemorou sua primeira vitória no Brasil, na decisão contra a norte-americana Lakey Peterson na Praia de Itaúna.

OI RIO PRO FLASHBACK – Todos estes confrontos decisivos e muitos outros momentos marcantes nas três etapas do Oi Rio Pro em Saquarema, serão relembrados no Oi Rio Pro Flashback a partir desta quinta-feira (dia 18), quando começaria a janela da etapa brasileira do World Surf League Championship Tour em Saquarema. Serão cerca de três vídeos postados por dia até 27 de junho nos canais do Youtube, Instagram, Facebook e Twitter da @WSLBRASIL, revivendo toda a emoção do evento que superlotou as praias de Itaúna e da Barrinha para os fãs curtirem nessa quarentena.

O Oi Rio Pro 2019 foi realizado com os patrocínios da Oi como “naming rights” da etapa brasileira do World Surf League Championship Tour e da Corona, Jeep, Harley Davidson, Polo Blue, Red Bull, Subway, Havaianas e apoio da Prefeitura Municipal de Saquarema e do Governo do Estado do Rio de Janeiro pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SEELJE), através da Lei de Incentivo à Cultura e ao Esporte. O evento da World Surf League também contou com o apoio institucional da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ), Associação de Surf de Saquarema (ASS) e foi transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

A OI E O ESPORTE – A Oi acredita no potencial de transformação do esporte e patrocina grandes eventos esportivos como o Oi Rio Pro, Oi Pro Júnior – voltado para a categoria de base do surfe – e Oi STU Open. Além de apoiar atletas de diferentes modalidades, como os surfistas Gabriel Medina, Italo Ferreira, Filipe Toledo, Silvana Lima, Adriano de Souza, Tatiana Weston-Webb, Davizinho e Tainá Hinckel, e os skatistas Pedro Barros e Leticia Bufoni, a companhia acelera, em parceria com o Instituto Ekloos e apoio do Oi Futuro, cinco projetos de surfe na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, que são voltados para a população local. A Oi também patrocina a equipe de judô Oi Sogipa, no Rio Grande do Sul.

CAMPEÕES DO OI RIO PRO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO:
2019 – Filipe Toledo (BRA) e Sally Fitzgibbons (AUS) em Saquarema
2018 – Filipe Toledo (BRA) e Stephanie Gilmore (AUS) em Saquarema
2017 – Adriano de Souza (BRA) e Tyler Wright (AUS) em Saquarema
2016 – John John Florence (HAV) e Tyler Wright (AUS) no Rio de Janeiro
2015 – Filipe Toledo (BRA) e Courtney Conlogue (EUA) no Rio de Janeiro2

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *