QUIKSILVER FRÂNCES DA WSL

O aussie, Connor O’Leary foi o campeão na marolagem safada, meio a um metrinho de Culs Nus, em Hossegor, França no sábado de 23 passado. A brasucada caiu durante a semana e somente Matheus Herdy, varou os rounds chegando até as semi, terminando em terceiro lugar. Na grande final, Connor derrotou ao tahitiano, Michel Bourez que vinha embalado demolindo junções e valas, por 12.76X10.73 de média. O aussie derrotou também na semi ao japa, Kanoa Igarashi, que vinha surfando muito. Kanoa está na liderança do ranking. Na ala das meninas, a costariquenha Brisa Hennessy com rip em dia e um power surf quebrador, venceu a final 15.23X13.16 com a aussie, India Robinson que também mostrou surf no pé e queria mais.

A brasucada esteve presente no último dia durante as oitavas. Sete caras: Lucas Silveira, Samuel Pupo voador, Edgard Groggia, Jessé Mendes, Alex Ribeiro e João Chianca formaram a troupe de quebradores.

Nesse evento Challenge Series da Quiksilver e Roxy, Brisa e Ezekiel Laus, já se classificaram para a temporada de 2022 da WSL. O próximo encontro que fecha o ranking é em Haleiwa, Hawaii. Veremos e saberemos mais com a graça de Deus.

Texto by Castro Pereira Fotos Masurel/WSL/Poulenot

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *