SAQUAREMA – YAGO E SOPHIA CAMPEÕES

O Festival de surf que ocorreu em Saquarema, região dos lagos do Rio de Janeiro na semana que passou foi o maior buxixo. Um evento qualifyng 3000 da WSL com homens e mulheres, competindo por pontos no ranking, dólares e a taça de campeões de 2021, movimentou o universo do planeta oceano. Depois de oficializarem os campeões do longboard sul-americanos na quinta, dia 18 o resto da semana foi para confirmarem os vencedores e campeões da profissional e do pro jr sub-20.

E na profissional o bicho pegou, depois de uma etapa menor em Floripa, a crowd de novos e experientes surfers mostraram a que vieram. O evento em homenagem a Léo Neves, local de Saquá teve onda boa e high performers em todo final de semana. Uma observação para Sophia Medina, 16 anos que assim como seu irmão o campeão Gabriel, ganhou seu primeiro titulo profissional com 15 anos, ela vence uma etapa do QS agora. A competição foi um arranca rabo com performances de tirar o fôlego, o catarinense Yago Dora, desde os primeiros rounds tirava coelho da cartola e jogava no mar. Ele e seu contender da final, João Chumbinho, carioca local, ambos da mesma equipe não aliviaram e deram show de aéreos e manobrões elétricos de tanta envergadura. O mar colaborou e enviou ondas até um metro na arena de Itaúna que fervia a cada performance. Sem aglomeração é a pedida, mas a beira da praia se viu tomada e esfuziante. Na semifinal em duelo com Alex Ribeiro, Yago recebeu um dez de nota tal a qualidade de seu surf aéreo, totalizando 19.23 de 20 possiveis. Na final ele somou 18.97 X 16.86 de Chumbinho que saiu de vice.

Na ala feminina, Sophia correu baterias tanto na profissional como na pro jr onde ela foi até as semi-finais. Na grande final pro ela enfrentou a peruana Daniela Rosas e venceu por 14.27 X 12.34 sem medo de ser feliz e não acreditou quando saiu do mar campeã. Daniela por sua vez levou a taça de bicampeã sul-americana.

PRO JUNIOR SUB-20

Só teve trocação de notas e performances alucinantes também. Na masculino, o cearense Cauã Costa arrebentou e venceu a Ryan Kainalo que está em ótima fase. Na feminino a peruana, Sol Aguirre conseguiu chegar e venceu a bagaça sem acreditar ser campeã com a brasuca Laura Raupp de vice.

EXPRESSION-SESSION 51 ICE

Entre as semi-finais rolou a expression-session para homens e mulheres e com uma premiação boa. Na feminino a natalense, Silvana Lima confirmou e venceu com um aéreo reverse. Na masculino, Samuel Pupo realizou um aéreo espetacular e também levou o prêmio de R$ 2.500. Esses foram os resultados do Quicksilver e Roxy Pro QS 3000 em Saquarema,Rio.

Texto by Castro Pereira Fotos WSLToni D’Andrea/Thiago Diz

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *