SWELLS, PROIBIÇÕES E AGLOMERAÇÕES

Conforme as noticias avançam e chegam a todo momento, a Covid-19 continua sua caminhada arrasa quarteirão, bem estilo swells que bombardeiam nossa costa durante os invernos. E foi isso que ocorreu dias atrás. Aqui no Brasil um swell nervoso bateu na costa e chegou no Rio de Janeiro, lavando as ruas no Leblon, Copa e arredores. Pelos lados da Barra, duas pessoas passaram perrengue ao sair com um jet ski no Quebramar e tomaram as bombas no couro com fortes correntes. O jet ski foi bater nas pedras e um deles o policial militar Evandro Gomes, 36 anos não resistiu e acabou se afogando. O outro Wiliam Alves, 37 anos teve traumatismo craniano e passa bem. Pelos lados do Guarujá,SP a policia anda prendendo quem está no mar. Em Santos, as pranchas são confiscadas. No Peru, desde março está proibido surfar. Em San Bartolo o medalha de prata, atleta de SUP Tamil Martino foi pego surfando e foi preso.

Enquanto isso na Austrália, um bom e consistente swell bateu em Newcastle no fim de semana e a população correu pra praia para acompanhar o surf no mar. A galera que anda surfando com cuidado devido a pandemia, ficou chocada com a aglomeração da galera em Merewether, maioria sem máscaras e muitos aglomerados num mesmo local. O famoso distanciamento social, foi pras cucuias em Newcastle, os aussies esqueceram do perigo na terra para curtirem o perigo das bombas no mar. Prezados, no pais Brasillis já somos mais de 25 mil infectados, então cuidem-se e saúde a todos. E que Deus proteja aos médicos e enfermeiros e a todos nós.

Texto by Castro Pereira Fotos G.Sproule/Throwingbuckets/insta

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *