Publicado em

EB Surfboards apresenta FREE SURF Circuito Gaúcho Amador Master Tramandaí

Realização da Prefeitura Municipal de Tramandaí e Secretaria de Turismo a Plataforma de Tramandaí recebe dias 16 e 17 de Julho com apresentação da EB Surfboards apresenta FREE SURF Circuito Gaúcho Amador Master Tramandaí. Homenagem a Luciano LUA Regert.
Evento distribuirá 2.000 pontos válidos pela 1ª Etapa Circuito Gaúcho Amador Master que terá Pranchas, Acessórios e Kits de Premiação.
• OPEN – Sem limite de idade;
• SENIOR – Para nascidos até 31/12/1994;
• MASTER – Para nascidos até 31/12/1986;
• GRAN MASTER – Para nascidos até 31/12/1981;
• KAHUNA – Para nascidos até 31/12/1976;
• GRAN KAHUNA – Para nascidos até 31/12/1971;
• LOCAL – Somente Associados sem limite de idade.
• LONGBOARD – Sem limites de idade.
Os VALORES de INSCRIÇÃO são de R$ 100,00 (Cem Reais) nas categorias do Circuito Gaúcho Amador Master (OPEN, SENIOR, MASTER, GRAN MASTER, KAHUNA e GRAN KAHUNA).
Nas categorias LONGBOARD e LOCAL o valor é de R$ 80,00 (Oitenta Reais) e estão abertas até Quarta-feira dia 13/07 ou enquanto durarem as vagas.
As inscrições devem ser feitas na conta da FEDERAÇÃO GAÚCHA DE SURF, através de depósito bancário Banco Banrisul Agencia 0077 Conta 060766480-9 CNPJ 88.968.896/0001- 48 ou através da chave PIX 88.968.896/0001- 48 (CNPJ) enviando comprovante para WhatsApp 51 – 999685817.
Patrocínio EB Surfboards, Free Surf.
Apoio Surf Roots, Bullys, Restaurante Triangulo, Mares do Sul Hotel, Artistudio, Mare Mio, Ondas do Sul, Proibit Wave , Apag Incêndio, Nanopoxy, RS Board Store, Paradouro Ondas do Sul, Filadélfia Sushi Home e ASTRI.
Realização Prefeitura Municipal de Tramandaí e Secretaria de Turismo.
Supervisão Federação Gaúcha de Surf e Associação Gaúcha de Árbitros.

Publicado em

Filipe Toledo é tetracampeão do Rio Pro MATÉRIA COMPLETA COM VÍDEO DA FINAL

Felipe Toledo reina absoluto em Saquarema e vence com direito até uma nota 10 em uma bateira verde e amarela contra Samuel Pupo, o Lider do Ranking mostra que está no melhor momento de sua carreira e mostrou “quem manda”no pico ao isolar-se como o maior campeão da etapa do Rio do Circuito Mundial com quatro canecos. Vencedor em 2015, 2018, 2019 e 2022, o paulista superou o australiano Dave Macaulay, campeão em 1988, 1989 e 1993.

Classificado para o WSL Finals em setembro, Filipe chegou a 50,040 pontos no ranking. Agora a meta do camiseta amarela é manter a liderança até o final da temporada. A próxima etapa acontece de 12 a 21 de julho em Jeffreys Bay, na África do Sul. Em agosto, o Tour chega a Teahupoʻo, no Taiti, antes da parada final em Tresltes, na Califórnia, quando apenas os cinco primeiros colocados do ranking disputarão o título da temporada.


Mais de quarenta mil pessoas assistiram e vibraram de perto com a vitoria brasileira na ja considerada “Maracanã do surf” Saquarema.

No feminino, Carissa Moore ficou com o título ao bater Johanne Defay por 15.43 a 12.33 na grande final. Foi a primeira etapa vencida pela líder do ranking, que havia perdido todas as três finais anteriores disputadas na temporada. Com a derrota na decisão, a francesa perdeu a chance de assumir a liderança do ranking.

Confira galeria exclusiva feita com exclusividade por Gabriel Gomes da família OndasdoSul

 

Publicado em

Brasil já garante título em Saquarema com quatro surfistas na semi final !

Os quatro semifinalistas do evento realizado na praia de Itaúna, em Saquarema, são brasileiros. Samuel Pupo e Italo abrem as semifinais, Toledo e Yago Dora vem logo em seguida.Tricampeão da etapa brasileira, Filipinho ganhou mais um motivo para comemorar em Saquarema.

O atual vice-campeão mundial confirmou sua vaga no WSL Finals, que decidirá o campeão mundial de 2022. Ele tem lugar assegurado entre os cinco primeiros do ranking, que disputarão a grande final em setembro, em Trestles, nos Estados Unidos.

Felipe Toledo confirmou sua vaga no Finals porque o australiano Ethan Ewing, então sétimo colocado antes da etapa brasileira do Circuito, perdeu nas oitavas de final para Yago. Desta forma, Toledo não pode mais ser ultrapassado pelo sexto do ranking, que será conhecido após o evento de Saquarema. Já o tricampeão mundial Gabriel Medina caiu ainda na segunda rodada contra o australiano Callum Robson, sofreu uma lesão ligamentar no joelho esquerdo e já foi embora de Saquarema.

Na chave feminina, a única brasileira no evento, Tatiana Weston-Webb, encara na semifinal a havaiana Carissa Moore.

A próxima chamada da etapa de Saquarema é amanhã, às 7h15

CONFIRA ABAIXO GALERIA EXCLUSIVA DA FAMÍLIA ONDASDOSUL CAPTURADA PELAS MAGICAS LENTES DE GABRIEL GOMES, SIGA FOTÓGRAFO NAS REDES SOCIAIS

 

 

Publicado em

Tatiana Weston vence Isabella Nichols e está na semifinal do Rio Pro 2022

Tatiana Weston vence Isabella Nichols e está na semifinal do Rio Pro 2022

Confira aqui no seu OndasdoSul o diário do WSL Rio com imagens incríveis exclusivas feitas por Gabriel Gomes , siga o fotografo nas redes sociais, link no rodapé desta matéria.

CLIQUE AQUI E ACOMPANHE AO VIVO

Motivada pela torcida, Tatiana saiu na frente com uma onda de 4.83. Isabella Nichols respondeu com duas ondas pequenas, uma de 0.50 e a outra de 0.27. Pouco depois a australiana trocou a sua segunda nota com um modesto 1.00. A brasileira, por sua vez, tratou de ser mais seletiva e pegar uma onda de melhor tamanho e consistência. Com 15 minutos corridos, Weston-Webb surfou para um 6.00, indo a 10.83 de pontuação.

VIÍDEO TATI SAINDO DO MAR HOJE APÓS A VITORIA 

Precisando de nota para virar, Isabella Nichols surfou para um 3.50 a 15 minutos do fim. Só que Tatiana tratou de pegar uma onda de 5.40, aumentando a sua pontuação para 11.40. Precisando de 7.90 para virar, a australiana foi para o tudo ou nada nos minutos finais, mas a brasileira administrou o resultado, conquistando a vitória.

 

 

 

Publicado em

WSL RIO COBERTURA EXCLUSIVA FAMILIA ONDASDOSUL BY GABRIEL GOMES

O Oi Rio Pro, apresentado por Corona e realizado por WSL (Liga Mundial de Surfe), inicia, nesta quinta-feira (23), na Praia de Itaúna, na cidade de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, e segue até a próxima quinta-feira (30).
Com a maior estrutura de todos os tempos, a competição ocupa 3,2 mil m² de área construída. São estruturas de alumínio sobre piso de alumínio com madeira, cobertos de lona, cuja montagem levou 40 dias e levará mais 15 dias para desmontar, onde se aguarda um público recorde atraído pela competição, que conta com atletas brasileiros de elite internacional do esporte e que já trouxeram muitos títulos ao Brasil, como o tricampeão mundial (2014/18 e 21) Gabriel Medina, o campeão mundial (2019) Ítalo Ferreira, e Filipe Toledo, vice-campeão mundial (2021), e líder no ranking mundial dessa temporada.

O campeonato conta este ano com uma equipe de mais de 300 profissionais, entre staff da WSL e médico, produção, limpeza, manutenção, seguranças, entre outros.

“Sediar, mais uma vez, a etapa brasileira do Campeonato Mundial de Surf é uma grande honra e um orgulho para o nosso município. Receber o Oi Rio Pro apresentado por Corona consolida Saquarema na rota do turismo esportivo global”, afirma Manoela Peres, prefeita de Saquarema. “Em 2019, o Mundial reuniu cerca de 40 mil pessoas por dia nas areias da Praia de Itaúna. São milhares de moradores e turistas movimentando nossa cidade, estimulando a economia, gerando emprego e renda em muitos setores e, ainda, temos a oportunidade de mostrar todas as belezas do nosso município para o mundo inteiro”, completa.

Segundo a prefeita, no período do evento, na edição anterior, a rede hoteleira da cidade registrou ocupação de 100%, bem como o setor de comércio, que sentiu um aumento considerável nas vendas de seus produtos e serviços. “O setor de eventos foi um dos mais impactados pela pandemia, com efeitos significativos para a população. Agora, retornando às atividades, tenho certeza de que haverá um reaquecimento na economia e, principalmente, no setor turístico da nossa região”, conclui.

“A WSL está unindo todos os esforços para a realização do maior evento Oi Rio Pro da história. Na temporada 2022, temos atletas brasileiros no topo do ranking, como vem acontecendo nos últimos anos, além de um recorde de fortes marcas parceiras. Tudo isso é motivo de muita comemoração e os que quiserem ver essa festa bem de perto, com certeza, não se arrependerão”, diz Ivan Martinho, CEO da WSL Latin America.

A etapa Oi Rio Pro que acontece em Saquarema é patrocinado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, através do Governo do Estado. Alessandro Carracena, secretário de Esporte e Lazer celebra a realização do evento no Estado que abraçou o esporte. “O Estado do Rio de Janeiro se sente honrado em poder voltar a sediar mais um grande evento, de alcance mundial. O surfe une saúde, natureza, alegria e diversão, o que é a cara do Brasil e tem o jeito do povo fluminense. Saquarema é o Maracanã do surfe e conta com total apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Que seja um evento de muito sucesso”.

O governador Cláudio Castro cita o surfe como Patrimônio Histórico Imperial do Rio de Janeiro, título conquistado em 2021, e fala da sua importância para o Estado. “Ano passado, através de uma conquista histórica, transformamos o surfe em Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro, consolidando a região como a Capital Mundial da Cultura Surf. Saquarema, já conhecida internacionalmente como cenário de grandes mundiais, nesse momento importante de retomada de eventos esportivos ganha a atenção do planeta e movimenta a economia de toda a Região dos Lagos, nos enchendo de orgulho”.

Publicado em

SEGUEM ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN com a apresentação da Prefeitura Municipal de Imbé.

Vem aí o INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN com a apresentação da Prefeitura Municipal de Imbé.

A Praia de Imbé retorna ao cenário das competições e será o palco da disputa do INDEX KROWN IMBÉ SURF OPEN nos dias 28 e 29 de maio, reunindo surfistas de todo o país em busca do primeiro lugar no pódio. O evento tem patrocínio PLANETA SURF.
Evento que distribuirá 2.000 pontos válidos pela 2ª Etapa Circuito Gaúcho Amador Júnior que terá Pranchas, acessórios e Kits de Premiação. O grande evento ainda contará com as Categorias OPEN, LOCAL e ASBG:
OPEN sem limite de idade.
JÚNIOR (Sub 18) nascidos a partir de 01/02/2004
MIRIM (Sub 16) nascidos a partir de 01/01/2006
INICIANTES (Sub 14) nascidos a partir de 01/01/2008
GROMMETS (Sub 12) nascidos a partir de 01/01/2010
PETIZ (Sub 10) nascidos a partir de 01/01/2012
FEMININO sem limites de idade.
LOCAL sem limites de idade para atletas ASIB.
ASBG sem limite de idade para atletas Gravataí.

Os VALORES de INSCRIÇÃO são de R$ 100,00 (Cem Reais) nas categorias do Circuito Gaúcho Amador Júnior (OPEN JÚNIOR MIRIM INICANTES GROMMETS PETIZ e FEMININO) e R$ 80,00 (Oitenta Reais) nas categorias LOCAL e ASBG e estão abertas até Quarta-feira dia 25/05. Os Depósitos devem ser feitos na conta da FEDERAÇÃO GAÚCHA DE SURF, através de depósito bancário Banco Banrisul Agencia 0077 Conta 060766480-9 CNPJ 88.968.896/0001- 48 ou através da chave PIX 88.968.896/0001- 48 (CNPJ) enviando comprovante para WhatsApp 51 – 999685817.
Durante o evento a ECOIMBÉ fará uma ação de limpeza de praia.
Patrocínio Index Krown, Planeta Surf. O evento conta com o apoio Free Surf ;Apag Incêndio; Nanopoxy; Ogrip; Proibt Waves ;Tools HLB e Surf Spirit.
Realização Federação Gaúcha de Surf e Prefeitura Municipal de Imbé Secretaria de Turismo Desporto e Cultura ASIB (Associação de Surf de Imbé e Balneários)

 

Publicado em

WSL – THE GOLD COAST PRO

A arena dos tubos perfeitos na OZ, Snapper Rocks esteve melindrada e muito over durante as finais na quarta passada dia 11, com ondas overal de um metro e meio irregulares, chuvas e ventos deformadores de ondas. Porem a primeira etapa do Challenge Series 2022, foi concluída com êxito e boas performances. Na área masculina, o campeão foi o aussie, Callum Robson.  Ele passou pelo marroquino Ramzi Boukhiam, nas quartas e pelo ianque Nolan Rapoza nas semi. Na final ele derrotou o conterrâneo, Sheldom Simkus por 16.07×15.37 pontos. A galera brasuca buscou pontos, mas não teve uma boa performance segundos juízes e ficou apagada nesta etapa.

Na feminino a grande campeã foi a pequena ianque, Caitlin Simmers de 17 anos. Ela passou pelas aussies, Nikki Van Djik nas quartas, Sally Fitzgibbons nas semi e na grande final por Molly Picklum por 11.86×11.27 pontos e muito surf nas morrancas esfareladas de Snapper. Próxima prova ocorre em Manly Beach, New South Wales de 17 a 24 próximo.

Texto by Castro Pereira Fotos Dunbar/A.Shields/WSL

 

Publicado em

WSL – MARGARET E DAMAS

Nossa representante no circuito mundial, a gaúcha Tatiane Weston Webb, foi derrotada na repescagem e desceu mais algumas colocações no ranking, mas está dentro da elite que disputará o titulo. As baterias no Margaret River Pro foram disputadíssimas, devido as condições do mar. O bom conhecimento do local, influenciou diretamente no  surf das contenders. Quem levou o titulo da etapa foi a aussie, Isabella Nichols que protagonizou baterias casca grossa desde o inicio e na quarta passada dia 04. Na semi-final com Bronte Macaulay, ela surfou somente duas potentes ondas que lhe deram o vale para a final. Do outro lado da chave, Gabriela Bryan do Hawaii faturou a semi-final passando firme pela ianque Courtney Conlogue, e por décimos. Já na final as surfistas estavam cansadas pela pressão, e ondas na faixa de 2,5 metros balançavam no outside de Main Break, fazendo o espetáculo. Isabella venceu por 12.94×10.00 de Gabi. No ranking liderado por Brisa Henessy da Costa Rica, Isabella está em quarto e Gabriela está em sexto, a brasileira Tatiane está em décimo lugar. Próxima etapa rola em Java e inicia em 26 de maio próximo.

Texto by Castro Pereira Fotos A.Hughes/Dunbar/Heff/WSL

Publicado em

OZ- WSL MARGARET E JACK

A etapa que ocorreu em Margaret River, pico de ondas pesadas e tubarões vorazes mostrou que o surf arrojado, de aéreos e frente ao de linha, são complementares e ditaram regras nessa etapa. Os brasileiros que protagonizaram momentos radicais e por vezes fora da curva se sobressaíram e chegaram até as oitavas com a maioria de seu time. Filipe Toledo apesar de ser parado nesse round, ruma para a próxima etapa como dono da lycra amarela e dono da primeira posição do ranking. Tivemos boas e espetaculares batalhas em duas semanas de sobe mar, desce mar e agiganta-se mar, tornando o espetáculo surreal e fantástico. A semana que passou e trouxe um big swell para a gelada Margaret River, foi o cenário dos heats finais em dois dias radicais. Um dia com ventos fortes e ondas agigantando-se de três, quatro e chegando a cinco metros nas maiores. Na fase do terceiro round, o hawaiian boy João João, ditou ritmo. Mas Toledo e a sua crew nas oitavas colocaram prá baixo e venderam caro suas derrotas. Caio Ibelli, Samuel, Jadson, só Miguel surfou ondas de notas baixas. O resto foi tiroteio puro e Italo que chegou até as quartas, onde perdeu para McGilivray por 15.87X13.67 e ficou em quinto.

THE WINNER

O aussie raiz, Jack Robinson, que passou nas quartas pelo sul-áfrica boy Jordy de virada no final de bateria e seguiu avante. Nas semi foi mano a mano com Ethan  Ewing e fêz 16.27X14.53 para ir a final. JoãoJoão, hawaiiano venceu ao sul-africano, Matthew McGilivray e se encontrou com Robinson. O resultado já está na boca de todos que acompanham o circuito, Jack fêz 16.24X15.60. Jack Robinson, já foi pupilo de Slater é casado com brasileira, trabalha com técnico brasileiro, o Grilo e ainda mais, ele é local desse pico cabuloso. Mereceu a conquista e foi pra galera, com U$ 120 mil no bolso e troféu na mão, além de subir para a terceira colocação no ranking. Good job Robinson!

Texto by Castro Pereira Fotos by A.Hughes/Dunbar/WSL

Publicado em

MAKAHA E O BUFFALO’S CLASSIC

Esta rolando na costa oeste em Makaha beach, Oahu no Hawaii mais uma edição do tradicional evento que tem o maestro, Buffalo Keaulana e sua família na direção dos trabalhos, junto com a crew comunitária local de Waianae. Trata-se do Buffalo’s Big Board Surfing Classic que reúne toda comunidade local e alguns convidados, para droparem, confraternizarem e surfarem nas azuis águas de Makaha. Esse evento não era realizado desde 2020 devido a problemas com a pandemia. Agora nesta temporada ele está no mar e termina neste fim de semana, dia 27 cuja renda será revertida para um programa de formação de salva-vidas junior e construção de uma grande piscina para a comunidade. Entre as diversas modalidades do concurso estão o Tandem Surf, Supsquatch, Bully Board, Alaia, Stand Up Paddle em dupla, Surfe de Canoa Havaiana, Bodysurf, Pipo Board (Bodyboard de madeira usado no início do esporte), Internacional e Longboard. E nesta edição a homenagem que abriu os trabalhos semana que passou, dia 19 foi ao falecido waterman, Anthony Guerrero, pai de Kaipo Guerrero comentarista da WSL que esteve presente. Esse evento confraternização foi criado por Buffalo a anos atrás e leva como objetivo, perpetuar as formas tradicionais de se surfar em sua essência, assim como era praticado pelos seus ancestrais.

Texto by Castro Pereira Fotos BluePlanetPOV Fonte AlohaSpiritMidia